12.1.10

TRANSMUTAÇÃO

para mim, essa é uma palavra cotidiana, por isso sempre tem alguém que pergunta: qual a diferença entre mudar, transformar e transmutar?
Para explicar vou la pro começo do pensamento.
Tem a turma que acredita que a vida já está criada pronta para nos receber com todas as leis e regras pré-estabelecidas e que nosso trabalho seria nos adaptarmos ao modo de vida existente. É comum a gente escutar "a vida é assim mesmo", "isso é normal, acontece com todo mundo"...
Mas tem uma outra turma que acredita que a vida é sempre inédita e que é necessário cria-la aqui e agora, responsabilizar-se pelas escolhas, pelas alianças, por seu proprio destino.
Essa turma costuma ouvir coisas assim "la vem ela inventando moda", "atrevida voce, hein?", "voce é louca!"...

Porque a gente já aprendeu que, quando existe uma situação estabelecida e por algum motivo torna-se necessaria uma mudança, não funciona muito bem tentar melhorar, ajustar, adaptar o que ja está estabelecido, porque muito provavelmente é a propria situação que está gerando o problema, então não basta melhorar, mudar, transformar algo; torna-se necessário a mutação da situação original, transmutar o modo de vida que aprisiona os desejos mais intensos e confiaveis que nos atravessam.

Na minha segunda gravidez eu até tentei melhorar a possibilidade do meu parto, procurei médicos e maternidades explicando o meu desejo de ter um parto normal após ter vivenciado uma cesaria, porem por mais que eu tentasse melhorar, mudar, transformar, eu só escutava "não é possivel no seu caso"!

Então a saída foi transmutar, modificar a idéia do que é um parto, sair do senso comum, e até do bom senso; criar um novo modo de ver, sentir e agir a gravidez, o parto, o corpo, o ser humano.
Sair dessa dimensão e criar uma outra.
Facilita muito quando a gente tem aliados que nos ajuda a fortalecer as decisões que vão contra o sistema vigente, mas eu acredito que por mais aliados que possamos ter, temos que abrir mão da referencia, pois estamos falando em criar uma vida com experiencias ineditas, por mas que ressoe com as experiencias de outras pessoas, cada um terá que viver a sua de forma intransferivel e incomparavel.

E por que é tão dificil transmutar?
Porque a gente quer ter controle sobre a vida, queremos certezas do resultado final, temos medo de arriscar, de experimentar; não queremos sentir dor. Porque temos que abrir mão de "presentes" e reconhecimentos que nos oferecem quando mantemos a ordem das coisas. E olha que é cada presentinho miseravel!

Eu penso que quando alguem aceita como certo o que ja está estabelecido, ja estamos fadado ao fracasso em relação ao que se poderia ter vivido; mas quando a gente aceita o desafio da criação da vida, a vitoria já é certa, pois o resultado será um efeito de todo processo vivido.

A vida pode ser uma obra prima, incomparavel, acima do bem e do mal!

E da-lhe transmutação!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Ana,
Mudar ñ é fácil.
Imagina transmutar, né?
Tenho pensado tanto sobre isso.
São tantos porém, talvez, ses...
De qq modo...
Transmutar é um processo, certo?
Q todas as transmutações necessárias permeiem sua vida!
Bj grande de uma leitora assídua do blog!
FêdaRaedoLu

delgadokardos disse...

ana, ana, ana... vc é louca! =)