18.2.10

FORÇA ATIVA / FORÇA REATIVA

existe uma questão muito forte na educação que determina o encaminhamento de nossa vida adulta.

Somos compostos por duas forças: Força Ativa, que é a força criadora, expansiva, que nos permite crescer, desenvolver, agir, criar...e Força Reativa, que é a força que nos conserva, que contrai, que nos estrutura, que alimenta nossas experiências...

São duas forças importantes e necessárias para nossa existência.

Porem existe um lugar para cada uma dessas forças.

A Força Ativa fica na frente de batalha, é ousada, criadora diante dos problemas, é singular e vive aqui e agora, no presente.
A Força Reativa fica na retaguarda da Força Ativa, aprendendo, conservando e ao mesmo tempo disponibilizando o que conservou para as transformações dos movimentos da vida.

Nenhuma dessas forças trabalha com a fixação, são forças dinâmicas.

Acontece que dessa maneira seriamos pessoas singulares, autonomas e cheias de vida, assim como as crianças, virtudes muito negativas para o sistema capitalista, que necessita de pessoas previsíveis, medrosas e sempre em busca de um provedor.
Então aconteceu de nos ensinarem a inverter essas forças em nós, colocando a Força Reativa no comando, sempre baseada em referencias, formas, formulas e garantias, e a Força Ativa ficou abafada, controlada e desqualificada, praticamente um monstro.

Mas a Força Ativa insiste e persiste, então ao mesmo tempo que a gente fica ali tentando controlar tudo, tendo uma vidinha planejada, fica um diabinho dentro de nós querendo inovar, querendo uma vida mais intensa, mais interessante.

E como se diagnostica alguém que depois que acreditou que a vida tem que ser do jeito que o sistema nos ensina (Tipo Reativo) e apesar disso começou a sentir uma vontade de transmutar (Tipo Ativo), vontade quase violenta que depois de tanto tempo enclausurada vem meio desastrosa, dando vontade de chorar, com angustia, falta de ar, dor no peito, com força mesmo. Sabe como um psiquiatra (que está a serviço do sistema) vai diagnosticar? Depressão aguda, e vai receitar pílulas magicas para que essa Força Ativa maldosa, volte a adormecer e torne uma depressão cronica, porem controlada por toda a vida.

E o que acontece com a Força Ativa das crianças diante de adultos Reativos?

Tema para amanhã...

2 comentários:

Pérola disse...

Hum...muito bom!!!

Anônimo disse...

Tava indo bem ate falar do capitalismo. As forças reativas sao os esquerdistas em geral e as forças ativas sao os capitalistas e empreendedores.